18 de novembro de 2016

POR DENTRO DO GIGANTE UCRANIANO, O MAIOR AVIÃO DO MUNDO



 
Muitos ainda estão com imagens registradas em mente, será difícil esquecer algo tão marcante como esse evento que ocorreu em São Paulo, reunindo desde apaixonados por aviação até curiosos. Teve gente de todo lugar, Manaus, Belo Horizonte, São José dos Campos e etc. A Administração dos aeroportos envolvidos (Campinas e Guarulhos ambos em São Paulo) precisaram de uma imensa logística para fazer tudo funcionar.

O gigante ucraniano, apelidado carinhosamente por “Tonhão ou Toninho” é uma atração por onde passa. Construído no final da Guerra Fria, o AN-225 é um derivado do AN-124, com qual tem semelhanças como sua estrutura, sistemas, motores e algumas partes das asas.
O Cockpit impressiona com equipamentos analógicos e 6 manetes

Em 1999 a Antonov Design Bureau resolveu modernizar a aeronave a fim de disponibilizá-lo para o transporte de cargas. Uma série de mudanças foram realizadas, mas de costume dos aviões ocidentais o AN-225 ainda surpreende pelos sistemas analógicos e excesso de tripulantes.

Ao embarcar no avião, o interior ainda se destaca como no NA-124, pelos guindastes a bordo: São quatro, com capacidade para 5 toneladas cada.  O avião também conta com “pequenos guinchos para movimentar mais rapidamente cargas a bordo. Interessante lembrar que ao contrário dos cargueiros, o AN-225 não conta com uma porta traseira ou lateral, e sim uma frontal, para um transporte mais estratégico.

O Avião na verdade surgiu para transportar o ônibus espacial soviético Buran, em uma solução idêntica aos Norte-Americanos, que levavam seu veículo espacial no Boeing 747-100.
Porão responsável por armazenar imensa quantidade de carga.

Compartimento do trem de pouso dianteiro
O Antonov-225 conta com dois decks, como o A380, a seção dianteira do deck superior inclui o cockpit, para acomodar os seis tripulantes (um comandante, um copiloto, dois engenheiros de voo, um navegador e um operador de rádio), seguindo de uma área de descanso com catorze lugares, além de todos aparatos para as refeições, como micro-ondas, frigobar, armários e etc. A seção traseira do deck superior conta com uma completa oficina e espaço de descanso e trabalho dos demais membros da tripulação envolvidos com a operação em solo.

O trem de pouso principal possui 32 pneus. Outro destaque, os pneus são os maiores já instalados em um avião de transporte, 1270 x 510 mm de dimensão.Os tanques de combustível, treze no total, possuem capacidade para até 365 toneladas de querosene.

www.eaereo.com.br




Nenhum comentário: