1 de fevereiro de 2017

PASSAGEIRO TENTA ABRIR PORTA DE AVIÃO E É PRESO

 
No último dia 17, Manuel Gonzalez, de 49 anos e passageiro do voo do A380 da Qantas, que fazia a rota Los Angeles – Austrália, que já estava com 13 horas de voo e prestes a pousar em seu destino final, o passageiro levantou de seu assento e tentou abrir a porta da aeronave.

A tripulação notou a ocorrência e logo entrou em ação para conter o passageiro, colocando-o de volta em seu assento, e continuaram ao redor do mesmo, para evitar que ele tentasse realizar o ato novamente. Quando pousou, a Policia Federal australiana embarcou e prendeu Gonzales, que logo foi levado a delegacia de Mascot (Austrália) e foi acusado por imprudência de um ato que poderia colocar a segurança da aeronave em risco.

Se condenado, Gonzalez pode pegar até dez anos de prisão. O diretor do Ministério Público da Commonwealth afirmou que o crime será discutido como um delito punível. "Há duas maneiras de processar uma acusação criminal - sumariamente e por acusação", explicou o advogado de defesa criminal Kiki Kyriacou ao Daily Telegraph. "As questões tratadas como puníveis são ofensas mais graves e suscetíveis de atrair penas mais severas, incluindo sentenças de prisão a tempo integral e, em raras ocasiões, as penas máximas disponíveis".
 


Nenhum comentário: