6 de março de 2017

USAF PODERÁ USAR SUPER TUCANOS NA GUERRA CONTRA O ESTADO ISLÂMICO

 
A Força Aérea dos EUA (USAF) enfrenta problemas para uma possível guerra aérea contra o Estado Islâmico. Jatos cada vez mais velhos e falta de pilotos.

Para esse problema a USAF estuda a utilização de aviões a hélice para missões de ataque leve, já que são mais econômicos do que a frota atual de Lockheed Martin F-16 Fighting Falcon ou Boeing F/A-18E/F Super Hornet.

As opções incluem o turboélice A-29 Super Tucano da Embraer, que os USA entregaram ao Afeganistão e outros aliados, e o Beechcraft AT-6 Texan II, que já é utilizado para o treinamento dos pilotos.

A USAF estima que o custo horário de um Super Tucano ou AT-6 seria de alguns milhares de dólares. Atualmente um jato de ataque A-10 chega a custar cerca de US$ 18.000, o F-16 cerca de US$ 24.000 e para o F-15E e F-22 US$ 62.000
 


Nenhum comentário: