19 de setembro de 2017

Conheça outras fabricantes de aviões no Brasil



A Embraer nos últimos anos aqueceu o mercado da indústria aeronáutica brasileira, seus jatos a cada dia ganham maior parte no céu, no Estados Unidos a fabricante domina o mercado de jatos executivos.

Mas não só existe a Embraer como fabricante de aeronaves no Brasil, no país existem também pequenas fabricantes de aeronaves de aviões próprios.  Algumas delas já foram fornecedoras ou fundadas por ex-engenheiros da Embraer.

Scoda Aeronáutica: Localizada em Ipeúna, a 200 km de São Paulo, a fabricante foi fundada em 1997 pelo engenheiro aeronáutico e piloto Rodrigo Scoda. A empresa fabrica atualmente um dos aviões que a cada dia vem ganhando maior público, o anfíbio Super Petrel LS, capaz de pousar na terra e na água.

O Petrel é uma aeronave certificada pelo FAA, autoridade de aviação nos Estados Unidos, e já foi vendida para países como Canadá, Austrália, Nova Zelândia e países da Europa.
A Scoda também fabrica o avião Dynamic WT-9, criado na Eslováquia pela Aerospoll.

Super Petrel LS da Scoda

Volato: Era fornecedora de componentes da Embraer. Mas o sonho dos fundadores e engenheiros Marcos Vilela e Zizo Sola eram fabricar os próprios aviões, procuraram então o projetista norte-americano Richard Trickell para desenvolver um modelo de avião.

Trickell tinha experiência na fabricação de aviões leves nos Estados Unidos, então se mudou para Bauru, no interior de São Paulo, para desenvolver o Volato 400.

A Aeronave conta com capacidade para quatro passageiros, velocidade de cruzeiro de 260 km/h e autonomia de quatro horas e meia de voo.
A empresa também fabrica o Volato 200, com capacidade para dois passageiros e velocidade de cruzeiro de 210 km/h.

Volato 400

Seamax: Queridinha dos que procuram uma aeronave anfíbia, a Seamax é fabricante do Seamax M-22 que conta com mais de 135 unidades voando em mais de 50 países. Criado pelo engenheiro Miguel Rosário em 1998 e fez o primeiro voo em 2001. O M-22 tem capacidade para dois passageiros e velocidade máxima de 185km/h e autonomia de cinco horas de voo, pode pousar na terra e na água.

Seamax M-22

Novaer: Criada em 1998 para prestar serviços de engenharia aeronáutica, a Novaer iniciou a fabricação do protótipo do avião T-Xc em 2013. A aeronave é um modelo para treinamento militar, que pode ser uma alternativa mais econômica para os T-25 da FAB (Força Aérea Brasileira).

Em agosto de 2014 realizou o primeiro voo e em dezembro do mesmo ano recebeu o nome Novaer Sovi. A aeronave continua em testes e aguardando certificação das autoridades aeronáuticas.

Novaer Sovi

Nenhum comentário: